microcontos

Covarde, assinou a mensagem com “besos”; o T9 do celular intercedeu e mandou “berros”, pois alguém tinha que fazer alguma coisa.

Tá ruim e mal resolvido, mas preciso pegar a mão de novo!

Anúncios

Microconto – voltamos =)

Vou tentar retomar muita coisa em 2009.
O ano parece que só começou agora, depois de tanto furacão: árvore caindo em cima da casa dos meus pais; uma revista e um campus party pra fazer; um apartamento pra entregar. Ainda está faltando fazer um artigo sobre o Direito à Conexão… vamos com calma!

Me agradam coisas fora do seu tempo. Vou fazer agora a minha lista de resoluções de ano novo:

Há… é secreta, né!
Vou escrevendo o que for conseguindo, ou não!

Bom, comecemos pela mais simples:

Saudade
– Com ele longe, suas células passavam de borboletas a caquinhos de vidro.

UPDATE
Achei piegas e mudei para:
– A ausência transformou a borboleta em caquinhos de vidro.